Home    Institucional    Produtos    Clientes    Cultura    Contato

Se em minha labuta, na lida, noite e dia eu sigo, não é para acúmulo de riqueza ou propósitos de realeza, Faço-o pelo encanto do ofício, do trabalho e do prazer de dividir.
(e. sergio)


Médica-Odontológica, Laboratorial, Farmacêutica, Alimentícia, Elétrica, Telecomunicações, Militares, Naval, Aeronáutica, Respiração, Petróleo & Gás, Agricultura, Meio Ambiente, Transporte, Mineiração, Soldagem, Indústria de Papele e outras

Conheça Também:
Nitrogênio

NITRO - PNEU

Gerador de N2 para enchimento de pneus
GERADOR DE NITROGENIO PARA PNEUS

Considerações:
Um Pneu é como uma membrana.
O Ar comprimido, tradicional meio de encher pneus de caminhões e carros, contem 21% de oxigênio e 78% de nitrogênio.
A borracha do pneu é como uma membrana, e através de suas paredes o oxigênio permeia em velocidade 3 vezes mais rápida que o nitrogênio e, vagarosamente vai desinflando o pneu.
Isto induz um desgaste mais rápido do pneu, provocando perda de segurança e aumento no consumo de combustíveis.
O ar comprimido, negativamente ainda contem um alto nível de umidade (podendo chegar a 99%) que acelera a corrosão da trama de aço da borda do pneu e a estrutura do aro.
O uso de Nitrogênio nos pneus evita que o ar flua através de suas paredes, desinflando.
A utilização de nitrogênio justifica-se por ser de fácil produção e ainda por não ser inflamável, não possuir odor, e também ser componente do ar atmosférico.
A diferença entre a pressão do pneu e a pressão ambiente induz a que o oxigênio permeie através do pneu para o exterior.
Se pudéssemos criar a mesma concentração de oxigênio dentro e fora do pneu (pressão parcial igual), o oxigênio não seria forçado a permear pelas suas paredes.
Utilizando o nitrogênio para enchê-los, mantemos a pressão correta, e reduzimos todos os problemas que podem ser causados quando o pneu roda desinflado.

Nitrogênio – A forma de manter um pneu inflado corretamente, assegurando-lhe maior vida útil.
A maneira correta de encher um pneu é altamente significativa considerando-se a vida útil do mesmo e seu desempenho.
Nem sempre é possível verificar-se o pneu e detectar que o mesmo está a baixa pressão.
Entretanto o pneu inflado de forma errada pode sofrer vários problemas.
Já o pneu inflado de forma correta determina sua capacidade de carga.
Se inflado de maneira incorreta resulta numa sobrecarga nociva ao pneu.
Se o pneu rodar com alta deflexão, resulta em um decréscimo na economia de combustível, aumenta o atrito mecânico com o solo, causando um aumento excessivo na temperatura, tendo como conseqüência a sua ruptura prematura.

Vantagens do nitrogênio nos pneus
1. Mantém estável a pressão do Pneu
2. Reduz o consumo de combustível
3. Aumenta a vida útil do pneu
4. Aumento na segurança
5. Não há oxidação na trama de aço do pneu
6. Não há oxidação do aro

PRESSÃO INCORRETA x PRESSÃO CORRETA
Custo de uma calibração incorreta baseado em um pneu de custo de R$ 1.500,00
Erro de Pressão       Perda de vida útil        Custo
20%                          Acima 10%                     +/- R$ 150,00
20%                          Abaixo 15%                   +/- R$ 225,00
30%                          Abaixo 30%                   +/- R$ 350,00

SE-N2-PNEUS
Para enchimento de pneus veiculares de passeio, militares, caminhões, Aviões, etc.
95% a 99% de pureza de nitrogênio.

Características Gerais
• Fácil instalação
• Utiliza ar próprio ou pré-existente

Especificações
Pressão de alimentação: 7,5 – 12,5 bar(g)
Temperatura do ar: 10 - 40°C
Residual de óleo: < 0.01 mg/m3
Temperatura ambiente: 10-45°C
Ruído : menor que 54 dBA

Quem utiliza N2 no mundo
• Revendas BMW, Volvo, Ferrari.
• As maiores transportadoras do mundo.
• Fórmula 1 e outras categorias
• Empresas de aviação

Matéria da revista “Pirelli Club Truck”, edição n° 5
O tradicional ar comprimido utilizado na calibragem de pneus está sendo substituído por uma alternativa mais vantajosa, o nitrogênio.
Quando calibrados com este gás, os pneus não esquentam tanto ao rodar, o que contribui para aumentar sua vida útil.
Outra vantagem do nitrogênio é evitar que os elementos da estrutura dos pneus tenham sua durabilidade prejudicada pela oxidação.
Além disso, por não alimentar combustões, o nitrogênio tornou-se um item de segurança adicional para os veículos que transportam materiais inflamáveis e outras cargas críticas.